sábado, 12 de novembro de 2011

E pra nós dois....se aventurar......

Ando pensando....
Que sou do mundo...
Que vou pro mundo...
Que acredito nos meus sonhos....
Que acredito nos nossos sonhos...
Que acredito em mim...
Que acredito em ti...
Que acredito em nós...
Que sei que temos muito que explorar...
Muito que aprender...
Muito que viver...
E crescer...
Que somos fortes...
Que somos grande...
Que somos diferentes...
E especiais...
Que nos amamos...
Que amamos a vida...
Que amamos o yoga...
Que amamos a nossa diferença...
E a nossa igualdade...
Assim somos...
Seres unicos,
Seres inexplicávies,
Seres imensuráveis.
Seres que são,
e estão.

Uma história de amor

A história dessa musica....
"um casal de velhinhos foi encontrado abraçado, mortos, nos escombros de um hotel que desabou no Rio de Janeiro. Descobriu-se que eles tinham um amor antigo, e que só puderam começar a demonstrar pouco ante das suas mortes. Encontravam-se escondidos nesse hotel. No dia do desabamento, alguém bateu na porta de todos os quartos pra avisar que ia desabar.
Há duas versões: Uns acreditam que eles temiam ter sido descobertos e não quiseram sair; e outros acreditam que eles resolveram morrer juntos."

Seja o for, foi uma história de amor...




Conversa De Botas Batidas

Los Hermanos

Veja você, onde é que o barco foi desaguar
A gente só queria um amor
Deus parece às vezes se esquecer
Ai, não fala isso, por favor
Esse é só o começo do fim da nossa vida
Deixa chegar o sonho, prepara uma avenida
Que a gente vai passar

Veja você, quando é que tudo foi desabar
A gente corre pra se esconder
E se amar, se amar até o fim
Sem saber que o fim já vai chegar
Deixa o moço bater
Que eu cansei da nossa fuga
Já não vejo motivos
Pra um amor de tantas rugas
Não ter o seu lugar

Abre a janela agora
Deixa que o sol te veja
É só lembrar que o amor é tão maior
Que estamos sós no céu
Abre as cortinas pra mim
Que eu não me escondo de ninguém
O amor já desvendou nosso lugar
E agora está de bem

Deixa o moço bater
Que eu cansei da nossa fuga
Já não vejo motivos
Pra um amor de tantas rugas
Não ter o seu lugar

Diz, quem é maior que o amor?
Me abraça forte agora, que é chegada a nossa hora
Vem, vamos além
Vão dizer, que a vida é passageira
Sem notar que a nossa estrela vai cair

Composição: Marcelo Camelo

Ashtanga Yoga en Chile

yogakorunta.cl

Yoga é uma das ferramentas que nos conduz à Verdade, à auto-realização.
É um caminho a ser percorrido por toda vida, por isso não é feito, nem executado em algum momento ou algum lugar específico.
É uma maneira de viver, não só um estilo.
Viver yoga é estar atento em todos os momentos.
Fazer o possível para estar presente 100% no agora.
Deixar os quereres, os desejos, os desgostos, as aversões, para encontrar a plenitude em si.
Em um mundo que busca sempre o contrário, e que nos chama ao externo, ao supérfluo, ao passageiro.
O Yoga não vende nada, só entrega.
Esta é a contradição. Este é o desafio.
Praticar as posturas de yoga traz muitos benefícios físicos, cura doenças, fortelece e alonga a musculatura, ajuda em inúmeras partes que podemos constatar com o tempo.
Mas a parte "mística", que não é vista com os olhos, que fica oculta entre um movimento e outro, entre os vinyasas, entre dias e dias de prática, está na transcendência de padrões próprios.
Através da transformação no nosso corpo físico, o que era impossível se torna possível; o que a mente não acreditava, se torna palpável; o que era um padrão negativo (não posso, não consigo, não quero...), vira a felicidade de ter alcançado.

Abençoado o dia que me entreguei a este caminho, os professores que me ofertaram o amor e a sabedoria, e a todas as pessoas que me ensinam a aprender a viver...
Assim, continuo acreditando que é possível alcançar a paz e ser feliz de verdade, através da linda ferramenta que "escolhi". E dela faço o meu trabalho, atualmente em Santiago, Chile, com muito respeito e fé à tradição do método que sigo, Ashtanga Vinyasa Yoga.
Om Sri Gurubhyo Namah Hari OM
 
Acesse:
Ashtanga Yoga Korunta
http://yogakorunta.cl/

quarta-feira, 9 de novembro de 2011

sábado, 5 de novembro de 2011

Saber amar, é saber deixar alguém te amar


Num dia como hoje,
Um sábado qualquer.
Desperto te olhando e abraço.
Percebo que não poderia existir nenhum outro lugar,
Senão aqui.
Não poderia ser outra pessoa,
Senão você.
Para diariamente me mostrar quem sou.
Para diariamente compartir comigo.
Para diariamente escutar meu silêncio.
Para estar aquí como estamos vivendo o agora.
Juntando dias, horas, vidas,
Multiplicando por 7 nosso mundo intenso e acelerado.
Com a certeza que não existe um principio ou um fim.
Sabendo que o apego não deveria existir,
Já que nada podemos possuir.
Sabendo que o amor é algo que vai além do nosso saber,
Então de nada adianta da vida querer compreender.

Formas


Queria ser de ferro
Para o coração não pulsar com tanta emoção descontrolada
Queria ser de pedra
Para poder estar em meditação constante
Queria ser estável
Para a vida não ser tão palpável
Queria um dia ter o controle
Para não me dispersar com o que não me pertence
Queria poder estar presente sempre
Para viver livre de qualquer apego e desejo
Queria poder entender a vida
Para saber que é impossível entende-la
Para ter certeza que a mente é a criadora
Para não entrar nas ondulações altas e baixas
E poder por um instante ser livre de qualquer coisa que não seja de verdade