quarta-feira, 19 de janeiro de 2011

Sobre o amor...

O amor que conhecemos racionalmente não é o amor real.
O amor que estamos acostumados a amar tem a ver com o ego.
Amar esperando ser amado.
Quem espera algo?
Quem tem expectativa?
O ego.
Não é o Eu real.
O amor verdadeiro é direcionado a qualquer ser, a tudo e todos que fazem parte deste mundo que vivemos.
O que é então esse amor?
Como distinguir o amor verdadeiro do ilusório?
A ilusão vem sempre da mente, aquela que cria, difere, julga, gosta, escolhe, sente...resumindo, a mente que cria separações.
O amor verdadeiro vem do coração.
Não do órgão físico, mas sim daquele ponto de luz que está vivo dentro de qualquer criatura deste universo.
Algo unico, sem distinções, que não precisa ser buscado ou conquistado. Já está e sempre esteve dentro, em você.
Tentar compreender com a mente cria barreiras a esse acesso.
Conhecer a sua própria natureza é o caminho para "encontrar" o amor pleno. Puro. Simples.

2 comentários:

  1. Adorei conhecer a própria natureza é o caminho...acredito que sim. Obrigada por me lembrar disso :)
    abraço

    ResponderExcluir
  2. liindo texto Rô!!!
    Boa noite!!!
    xeerim

    ResponderExcluir